quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Mais Um Lorde Negro dos Sith:

Exar Kun




Informações biográficas:
Data de morte
3,996 ABY (espírito incapacitado em 11 DBY)


Descrição física:
Espécie:
Humano


Gênero:
Masculino


Altura:
1,9 m.


Cor do cabelo:
Preto


Cor dos olhos:
Cinza, vermelho


Informações políticas e cronológicas:


Era(s)
Era da Velha República, Era da Nova República
Afiliação
Jedi, República Galáctica, Irmandade dos Sith


"Vá para seu plano superior, mestre. A Galáxia é minha agora."
— Exar Kun
Exar Kun era um Jedi altamente talentoso aprendiz do Mestre Jedi Vodo-Siosk Baas, e Lorde Negro dos Sith que, ao lado de Ulic Qel-Droma, iniciou a Grande Guerra Sith.
Tabela de conteúdo[mostrar]
1 Biografia
2 Aparições
3 Fontes
4 Links externos
wgAfterContentAndJS.push(function() { if (window.showTocToggle) { window.tocShowText = "mostrar"; window.tocHideText = "esconder"; showTocToggle();}});

editar Biografia
Exar Kun começou como um simples estudante, aprendendo sob o venerado Mestre Jedi Vodo-Siosk Baas. Como os aprendizes do Lado Negro que se seguiram através da história, a impaciência e ansiedade determinou todo o treinamento de Kun. Com seu orgulho sem limites e sua fome por ascender além de suas habilidades Jedi, Kun abandonou seu mestre e empreendeu uma jornada ao mundo de Onderon. Lá ele encontrou o espírito de Freedon Nadd, um antigo Sith, e um novo mestre.
Através das ordens do desincorporado Nadd, Kun viajou até o Mundo Mausoléu Sith de Korriban. Lá, antigos espíritos Sith provaram a determinação de Kun. Seu corpo foi esmagado em uma caverna, sob toneladas de rochas, e Kun não pôde utilizar a Força para ajudar a si mesmo. O Lado Negro ofereceu o que a Força não pôde. Através de seu medo e fúria, Kun foi capaz de curar a si mesmo e retirar os obstáculos. Ele emergiu da caverna transformado, completo pelo Lado negro da Força.

Exar Kun brandindo seu sabre duplo.
Seguindo exemplos de antigos Lordes Sith que o precederam, Kun chegou aos esquecidos Templos Sith de Yavin IV. Na tradição Sith, ele tomou um aprendiz para si, o Jedi caído Ulic Qel-Droma, e os dois libertaram um flagelo que deixaria para sempre uma cicatriz na galáxia. Nas eras anteriores às restrições de Darth Bane, Kun e Qel-Droma foram capazes de recrutar mais Jedi para suas fileiras. Muitos jovens Jedi se voltaram contra seus mestres e os massacraram. Kun extinguiu, pessoalmente, a vida de seu ex-Mestre Baas nos salões do Senado em Coruscant. Eram tempos sombrios...
Kun era fixado no poder puro, sem limites através dos recursos Sith. Ele praticou magia e alquimia Sith, dando vida à terríveis criaturas na lua de Yavin IV. Bradia um sabre de luz duplo que aumentava o poder letal da arma. Seus seguidores dispararam antigas tecnologias que destruíram as estrelas de Cron Cluster, destruindo mundos inteiros e marcando a superfície de Ossus.
Finalmente, uma união da República com a força tarefa Jedi chegaram à Yavin IV para capturar Exar Kun. Ele soube que não sobreviveria ao ataque, então convocou suas energias do Lado Negro e aprisionou sua consciência nos templos que seus guerreiros Massassi haviam construído em sua homenagem.
Por quatro milênios, o espírito desencarnado de Kun permaneceu adormecido. A presença de uma dúzia de sensitivos da Força despertou sua consciência. Já haviam se passado muitos anos da Batalha de Endor, e o Mestre Jedi Luke Skywalker havia dado início ao treinamento Jedi em uma academia em Yavin IV. O espírito de Exar Kun corrompeu os alunos de Skywalker levando ao ressurgimento do Lado Negro. Kun controlou o estudante mais poderoso de Skywalker, Kyp Durron, mas no fim, os alunos de Luke se uniram e foram capazes de dissipar, finalmente, o espírito de Kun.

Nenhum comentário:

Postar um comentário